fbpx

Gerenciar uma grande obra definitivamente não é uma tarefa fácil. Há várias variáveis envolvidas e muitas das vezes algumas delas acabam conflitando entre si, exigindo jogo de cintura dos gestores e ação rápida para uma tomada de decisão assertiva.

Um gerenciamento eficiente pode trazer grandes lucros para os empreiteiros, entretanto, falhas na gestão podem acarretar em grandes prejuízos, em casos extremos chegando a inviabilizar a continuidade do projeto e a necessidade da contratação de outra empreiteira, consequentemente, atrasando o empreendimento.

 

Um bom gerenciamento é indispensável para o cumprimento dos prazos, aumento da produtividade e lucratividade de qualquer obra.

 

 

Todo gerenciamento deve começar com um bom planejamento. Não economize tempo nessa fase! Um dia que você economizou no seu planejamento para começar precocemente a fase de execução pode causar atraso de semanas na sua obra em um futuro próximo.

 

Para se ter uma ideia, no Japão gasta-se 67% do tempo do empreendimento na fase de planejamento, enquanto a execução apenas 33%. Nos EUA esses percentuais são de 40% e 60%.

 

Com um planejamento contendo os prazos necessários para cada etapa da obra, mão de obra e materiais, o gerenciamento fica amplamente facilitado. A programação realizada será a sua ferramenta de gestão, que o auxiliará a tomar decisões e estabelecer metas para as equipes.

 

Abaixo, vamos citar algumas grandes importâncias que um gerenciamento traz a uma construção:

 

  • Fornecimento de materiais: realizar uma boa gestão de suprimentos é essencial para o andamento da obra de acordo com o cronograma. A falta de materiais gera perda de tempo de execução e ainda também mão de obra ociosa, ou seja, atraso e prejuízo. Certifique-se de que os pedidos estão sendo realizados de acordo com o cronograma da construção e de que as partes envolvidas (suprimentos, engenharia, construção) estão em constante comunicação para evitar atrasos e aquisições desnecessárias.

 

  • Respeitar o cronograma: com o cronograma feito através do planejamento, a função do gerenciamento é sempre manter a obra dentro dos prazos pré definidos. Atrasos e imprevistos são comuns em uma construção, porém a tomada de decisão para acelerar algum processo ou “correr atrás” do tempo perdido faz parte do trabalho do gestor.

 

  • Dimensionamento de equipes e equipamentos: com o volume de serviço da obra bem definidos por etapas, é possível realizar o dimensionamento de equipes para determinada tarefa, assim como o de equipamentos. Essa parte do gerenciamento é muito importante, pois sempre quando uma atividade se encerra, outra se inicia logo em seguida e o dimensionamento e realocação de colaboradores tem que ser feitos com muita atenção, de forma a garantir o bom andamento das tarefas e evitar mão de obra ociosa.

 

  • Gerenciamento de custos: parte fundamental do gerenciamento. Toda obra tem um orçamento inicial pré definido e é de suma importância que seja completamente respeitado. Afinal, obra que gera prejuízo não faz sentido algum! Utilizar gráficos com projeções de previsto e realizado é uma ótima saída para ter uma boa noção de como andam os custos da obra e, a partir dessa análise, tomar decisões estratégicas para não fugir do orçamento.

 

  • Gerenciamento de equipes: gerenciar equipes e manter todos os envolvidos no processo construtivo empolgados é parte fundamental de um trabalho de gerenciamento. Deve-se sempre lembrar que uma construção é realizada por pessoas e que por isso realizar uma gestão eficiente e humana é crucial para que os resultados positivos apareçam.

 

É importante lembrar que o gerenciamento é um trabalho contínuo e que demanda esforços de vários setores dentro de uma obra. A palavra final é do gerente, mas todos ao redor dele em funções estratégicas tem a obrigação de zelar pelo gerenciamento e auxiliá-lo nas tomadas de decisão.

 

É um trabalho que deve ser acompanhado diariamente e com muito apetite para garantir o sucesso do início ao fim do empreendimento.

 

A seguir, algumas dicas que podem melhorar e potencializar o gerenciamento de obras:

 

1. Reuniões periódicas para acompanhamento de metas e resultados, sempre avisando a todos os próximos passos do projeto;

 

2. Canais de comunicação eficientes, com processos bem elaborados e que facilitarão o atendimento às necessidades da obra;

 

3. Estar sempre atento aos riscos internos e externos ao projeto para ter inteligência e agilidade para mitigá-los e garantir o bom andamento da obra;

 

4. Planeje os espaços para estoque, alojamentos de colaboradores, movimentação de materiais para, além otimizar a logística no interior do canteiro, garantir a segurança de todos;

 

5. Utilize softwares para gestão de materiais;

 

6. Mantenha treinamentos para os colaboradores. A capacitação evita retrabalho e prejuízos em uma obra;

 

7. Utilize rádios para realizar a comunicação no interior da obra;

 

8. Elogie os funcionários quando devem ser elogiados;

 

9. Realize sempre ações de segurança do trabalho, como treinamentos e incentivos;

 

10. Utilize a tecnologia a seu favor. Várias soluções tem surgido para facilitar e melhorar o gerenciamento de obras.

 

 

A Smart Sky Consulting junto a seus clientes vem obtendo bons resultados utilizando a tecnologia de drones aliada à plataforma Site Scan da 3DR.

 

Essas inovações estão servindo como poderosas ferramentas aos gestores, que além de ter uma plataforma completa de gerenciamento de projetos, coleta dados importantíssimos em grande frequência que os auxiliam nas tomadas de decisão.

 

E você? Tem alguma sugestão de boa prática ou dica para melhorar o gerenciamento de projetos em obras? Quais tipos de tecnologia você já usou ou usa para otimizar os seus resultados? Deixe seu comentário abaixo.